Ideologias Modernas

As ideologias que mais direta e incisivamente determinaram a realidade contemporânea encontram-se ligadas a alguma forma de nacionalismo e de socialismo. O fascismo foi a mais extrema manifestação do nacionalismo.

As condições históricas, econômicas e sociais em que se encontrava a Europa após a primeira guerra mundial, com a recessão das atividades produtivas, foram responsáveis pelo aparecimento do fascismo e do nazismo, ideologias baseadas no valor absoluto da nacionalidade e na pureza racial como fator de liderança, opostos às noções de internacionalismo e solidariedade inter-racial. Tais convicções levaram esses povos a superarem as contradições internas de classes para confluírem numa ideologia hegemônica. Admitia-se a interferência do estado na produção, na educação, no lazer e em toda atividade individual que pudesse redundar em benefício para a nação.

Muitas correntes doutrinárias socialistas surgiram a partir de meados do século XIX. Todas têm em comum o objetivo de implantar uma organização social em que o regime predominante de propriedade seja coletivo, especialmente no que se refere aos meios de produção. Essa idéia básica orientou diversas tendências socializantes, como o anarquismo, o socialismo corporativista, o socialismo cristão, o marxismo, entre outras.

Veja também:
Gênese das Ideologias
Ideologia e Religião
Ideologia no Brasil

     
Digite aqui seu
E-mail para receber notícias de filosofia!



Se acaso qualquer informação do site estiver equivocada, por favor avise-nos que corrigiremos